Maria Paçoca

Maria Paçoca

 

Gostaria de contar um pouco a história da Maria Paçoca e pedir a ajuda de vocês. Essa garotinha foi abandonada no estacionamento da Cobasi (filial Radial Leste), no dia 28 de dezembro de 2014. Ela ficou dois dias conosco e desde o primeiro instante fiquei encantada e comovida com tanta carência e doçura.  Não sabemos de onde ela veio, se tinha dono, se era de rua, mas soubemos desde o início que ela não gostava de ficar sozinha. Foram dias angustiantes até encontrar o primeiro lar temporário – Gabriel a recebeu de braços abertos em seu apartamento, para passar a véspera de ano novo até conseguirmos um outro lugar para ela. Como ela ficaria sozinha na noite de réveillon, fiquei preocupada que ela ficasse aterrorizada com o barulho dos fogos e destruísse alguma coisa no apartamento do Gabriel. Felizmente deu tudo certo!

Maria Paçoca No segundo lar temporário, na casa da querida Alessandra, a Paçoca aproximadamente 20 dias. Ela passou esse período com dois outros cães e uma criança, interagindo bem com todos de casa. Então a garota encontrou sua atual tutora, a Daniella. Sabíamos desde o início que a Paçoca sofria da “síndrome do abandono”, e a Dani desde o começo não mediu esforços para cuidar dessa garota. Até arrumou um novo amigo para fazer companhia, já que tem uma rotina de trabalho que faz com que ela fique muitas horas fora de casa.

O problema é que por ficar muito tempo sozinha, a Paçoca tem tentado fugir de todas as maneiras, até tentando subir no telhado. Se fica dentro de casa enquanto a Dani não está, destrói alguma coisa na tentativa de segui-la. A preocupação maior da Dani é que ela esteja sofrendo e que se machuque numa dessas tentativas de fuga. Entretanto, a Paçoca é de temperamento calmo e tem o hábito de sentar para “pedir” alguma coisa. Aprendeu alguns comandos, é extremamente dócil, se relaciona bem com cães e pessoas, é ótima com crianças e tolera o irmãozinho mais novo que a atormenta e mordisca o tempo todo. O “problema” desse menina é sofrer de carência excessiva.

A Dani tem deixado a Paçoca na creche 3 vezes na semana, mas mesmo assim disse que está bem complicado nos Maria Paçoca e José Biscoitodemais  dias quando fica em casa sozinha. Ela sai cedinho para trabalhar e volta só a noite. E de sábado também trabalha. Sugeri mais uma vez tentarmos o adestramento, mas caso não ajude, a Dani gostaria realmente de encontrar um novo lar para a Paçoca. O ideal é uma família que fique mais tempo em casa e tenha tempo para ela.

A Paçoca já está castrada e vacinada. Tem aproximadamente 16 kg e é um doce de cadelinha.

Caso alguém tenha interesse em conhece-la, e/ou possa me ajudar a encontrar um novo lar para a Maria Paçoca, agradeço de coração.

Anúncios

, , , , , ,

  1. #1 por simone em julho 4, 2015 - 2:46 am

    Ola, nossa o que dizer né…espero que tenha aparecido alguém, se bem que acho que ela ja te adotou tb e seu outro cão…vc ja tentou adestramento? pode ser uma solução…procure, veja o preço, tente doaçoes pra ajudar a pagar o mesmo… Sou moradora do RIO DE JANEIRO, infelizmente não teria como indicar alguem…Boa sorte, estarei torcendo pra vc conseguir educa-la e permaneça com ela.

    • #2 por tattitie em julho 7, 2015 - 11:18 am

      Muito obrigada, Simone! Estarei sempre torcendo pela linda Paçoca 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: