Uma história, quatro finais felizes

A mãe no dia em que foi resgatada

Num final de tarde há seis meses, meu cunhado Dalton me telefonou desesperado por ter encontrado, numa estrada de terra em Ribeirão Pires (Grande São Paulo), uma cadela e seus quatro filhotes, sendo que um deles já estava morto – provavelmente atropelado. Ele ficou de pensar no que fazer, mas depois de poucos minutos me ligou novamente para contar que os “sobreviventes” já estavam em seu carro… Ainda sem destino, porém seguros.

Algumas horas depois ele me buscou em casa. A ideia era levá-los para a clínica veterinária onde trabalho para que eu os examinasse. Ao entrar no carro, a mãe logo apoiou a cabecinha em minha perna e foi assim durante todo o trajeto. Os filhotes dormiam no banco de trás, sem saber para onde o destino os levaria. Na verdade, nós também não sabíamos. Não podemos hospedar animais na clínica e nem teríamos espaço para abrigar, confortavelmente, quatro cães.

Ao chegar lá, eles comeram desesperadamente, beberam toda a água que puderam e espalharam xixi pela sala toda, pois a alegria era tanta que seus rabinhos não paravam de sacudir. Uma mãe judiada amamentava seus três pestinhas cheios de dentes com os olhos fechados de tanto incômodo, mas era boazinha demais para negar alimento a suas crias.

Os filhotes, ainda sem destino

Depois de cuidar dos bichinhos, os fotografei e postei as imagens no Facebook. No mesmo dia, minha querida amiga Rose se interessou  pela única filhote fêmea. E, no dia seguinte, a levou para casa cheirosa e feliz. Foi a primeira comemoração.

Levei a mãe e seus dois machinhos para um hotelzinho, onde ficaram até cada um encontrar o início de uma história muito feliz. Minha maior preocupação era encontrar um lar para a dócil mãe. Para os filhotes, belos e pequeninos, não seria difícil encontrar interessados.

Conforme previsto, consegui doar os dois machinhos. Um cliente muito querido e um amigo da Rose foram conhecer os pequenos e os levaram para suas casas imediatamente. Cada adoção uma alegria, um momento especial!

Para minha surpresa, em poucos dias apareceu uma pessoa interessada na mãe. A jornalista Giovana Sanchez viu a foto da cachorra no perfil do Facebook da minha irmã, que compartilhou as fotos com seus amigos, que compartilharam com mais amigos e assim por diante. Trocamos algumas mensagens e isso me trouxe mais esperança. Estava certa de que, “ao vivo”, aquela cadelinha de olhar cativante e orelhas compridas iria cativá-la em questão de instantes. Esperávamos, então, o grande encontro.

Esperando os melhores amigos que poderiam ganhar!

Após alguns dias, Giovana foi conhecer a cachorra e caiu de amores por ela à primeira vista! Pedi para que ela esperasse eu finalizar o tratamento da pele para que eu pudesse doá-la saudável e com uma aparência melhor. Não deu tempo. Giovana estava tão ansiosa para tê-la em casa que preferiu não esperar. Levou a “Mel” com a pele feia, algumas feridas e umas falhas na pelagem. Ela não se importava. Afinal de contas, o amor é assim. E Giovana cuidou tão bem da “Mel” que ela se transformou numa cachorra linda e com pelo brilhante, mas com a mesma doçura, calma e olhar de gratidão.

Mel, Nina, Luc e Spike tiveram muita sorte. São amados e bem cuidados por pessoas especias que nunca os abandonarão. Sinto orgulho dessa história e agradeço imensamente a cada um: Dalton, Rose, Giovana, Anderson, Oswaldo e Dona Olga. Vocês são os responsáveis por essa história tão feliz!

Leia o outro lado da história, contada pelas queridas Giovana e Rose.

Anúncios

, , , , , ,

  1. #1 por jaimesaldanhajr em novembro 16, 2011 - 2:48 am

    Acompanhei de perto toda essa linda ação. Parabéns a todos pelo empenho! Graças a vcs estes 4 cachorrinhos hoje possuem um lar e muito amor recebido. Bjs

    • #2 por tattitie em novembro 17, 2011 - 3:54 pm

      Acompanhou mesmo… cada adoção uma comemoração!!!
      Beijos

  2. #3 por Idelma em novembro 16, 2011 - 10:15 am

    Maravilhoso!

  3. #5 por Luciane em novembro 16, 2011 - 11:47 am

    Linda história, lindas pessoas!!! Tatti parabéns por mais um gesto!!! Amo você.

  4. #7 por Amanda em novembro 17, 2011 - 12:29 pm

    Que história linda! =)

  5. #8 por Carlos Alvino em novembro 22, 2011 - 3:05 pm

    Olá Tatiane,
    Adorei a história e mais ainda o fato dela ser real!
    Muito bom Lê-la!
    Abração,
    Carlos.

    • #9 por tattitie em novembro 23, 2011 - 5:49 pm

      Oi, Carlos!
      Fico honrada que tenha gostado.
      Obrigada pela leitura.
      Tatti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: